Corra! (spoiler…muito spoiler.)

corra 2

CORRA! (spoiler pra caramba)

Chris (Daniel Kaluuya) é jovem negro que está prestes a conhecer a  porra da família branca de sua namorada “branca” Rose (Allison Williams)…que merda esse negro está fazendo?!?!?  A princípio, ele acredita que o comportamento excessivamente “amoroso” por parte da família dela é uma tentativa de lidar com o relacionamento de Rose com um rapaz negro, mas, com o tempo, Chris percebe que a família esconde algo muito mais perturbador…como por exemplo, o fato de todos os empregados da casa, serem negros e com um sorriso meio forçado estampado no rosto,…e é claro, algumas piadas leves subliminares de racismo, e por ai vai…nada de mais na vida de um jovem negro.

A mãe de Rose hipnotiza Chris sem que ele percebesse, uma espécie de imersão dentro do próprio corpo, com se fosse uma prisão com apenas uma janela onde se pode observar tudo que acontece, sem poder se manifestar de forma alguma.

Logo em seguida a família começa a introduzir Chris no mundo dos brancos, de classe alta, onde ocorrem mais comentários do tipo racista,…nada pesado, mais de duplo sentido e comparativos entre negros e brancos,

Chris começa notar que tem algo estranho naquele lugar, e começa levantar questionamentos, a respeito de um casal cuja a esposa seria uma senhora de 60 e poucos anos, casada com um negro jovem de seus 20 e tantos anos, e também começa a desconfiar que foi hipnotizado por aquela velha malucona.

Então chegamos ao mistério nada aterrorizante do filme,

De alguma forma o pai de Rose, que também é medico, consegue transplantar a parte do cérebro responsável pela consciência para um novo corpo, resumindo a piranha da Rose seduzia os negros, ”È isso mesmo, foram mais de um”… encaminhava para sua casa…as porras das festas que os branquelos faziam, nada mais era do que uma espécie de leilão. E quem vence o leilão tem um novo corpo de um negro saudável , que pode ter uma nova mente de um parente morto, ou até mesmo a própria mente introduzida nesse novo corpo…inclusive todos aqueles negros citados acima, felizes e sorridentes, nada mais eram do que parentes mortos da família de Rose, já transplantados para um novo corpo fresquinho.

Você entendeu??!!

È realmente isso que parece, se eu fosse cego, alejado, ou tivesse algum problema com o meu corpo, com uma boa quantia de dinheiro, eu poderia transplantar a minha consciência    para um novo corpo do meu agrado.

É claro que no final o Chris não cai na armadilha né…com um pouco de sorte ele simplesmente mata toda a família e vai embora no final…definitivamente não considero um filme tão racista, nem tão pouco um verdadeiro terror…até por que o filme realmente te prende ao assistir, mas em momento nenhum te causa algum desconforto ou mesmo um susto.

PS: deixo bem claro que não sou racista, fascista ou machista ou qualquer outro tipo de  “ista” qualquer…a critica  foi baseada em resumos coletados na internet, e adicionado comentários e spoilers a mais algumas besteira.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s